Praticar exercícios é uma ótima maneira para ter corpo e uma mente saudáveis. Mas para algumas pessoas, como os atletas, a atividade física exige muito mais do organismo, fazendo com que eles se preocupem ainda mais com a saúde.

A boa notícia é que o ômega 3 pode ajudar atletas profissionais de várias formas: pode fortalecer os ossos, melhorar o desempenho dos músculos, aliviar as dores do pós treino e muito mais.

Saiba mais:

1 – Acelera a recuperação do corpo

Após duras sessões de treino, seus músculos ficam crivados de “lesões” microscópicas que, quando curadas, deixam o corpo mais forte e maior.

O ômega 3 é um poderoso composto anti-inflamatório que ajuda a fazer com que o processo de recuperação aconteça, diz a nutricionista Kari Ikemoto, da HealthCare Partners na Califórnia.

2 – Ajuda a deixar o corpo mais forte

Além de diminuir a degradação muscular, os ácidos graxos ômega 3 aumentam a síntese proteica –  processo no qual seus músculos transformam a proteína que você come na proteína dos músculos. Por exemplo, em um estudo da Universidade de Washington, cientistas descobriram que o ômega 3 aumentou a resposta de construção muscular à insulina e aos aminoácidos, ambos liberados no corpo durante o exercício.

beneficios-do-omega-3-que-todos-os-atletas-precisam-conhecer-1

3 – Alivia a dor muscular

Outro benefício dos mecanismos de combate à inflamação do ômega 3, é a sua capacidade de eliminar o DMIR (dor muscular de início retardado). Trata-se da dor que aparece geralmente no dia seguinte ao exercício físico.

Em um estudo publicado pelo Clinical Journal of Sports Medicine, a suplementação com ômega 3 reduziu acentuadamente os níveis de dor percebida nos homens 48 horas após o exercício.

4 – Aumenta o tempo de resposta dos músculos

Em um estudo publicado no Journal of Sports Science & Medicine, jogadores de futebol melhoraram drasticamente seu tempo de reação com apenas quatro semanas de suplementação de óleo de peixe (DHA e EPA).

E mais: os ácidos graxos eles são componentes vitais das terminações nervosas, dos neurônios e das membranas musculares, diz a nutricionista esportiva Lisa Dorfman, da American Pistachio Growers.

DCIM100GOPROG0063373.

5 –  Ajuda a reduzir o risco de lesões por repetição

Além de acelerar a recuperação do corpo após uma série de exercícios, o ômega 3 evita lesões após a prática esportiva de várias formas: evitando a degradação do tecido e a inflamação, aumentando o fluxo de sangue e oxigênio para os músculos, melhorando a amplitude de movimento e aliviando as dores nas articulações.

6 – Pode otimizar a função dos músculos

O ômega 3 atua nas terminações nervosas dos neurônios e nas membranas musculares do corpo, melhorando a função neuromuscular.

Em um estudo da International Society of Sports, os cientistas observaram que a suplementação com DHA e EPA, em atletas masculinos, melhorou a função dos músculos (eles aumentaram a função da coxa em 20%) e tiveram menos fadiga muscular.

7 –  Ajuda na queima de gordura

Em um estudo publicado na Revista da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, os pesquisadores descobriram que a suplementação diária com óleo de peixe ômega 3 diminuiu significativamente a massa gorda dos adultos em apenas seis semanas.

8 – Pode facilitar a prática de exercícios

Parte do benefício do ômega 3, é que ele melhor a função cardíaca e a quantidade de oxigênio que seu corpo queima a cada minuto. Isso significa que, durante cada minuto de exercício, seu corpo precisa de menos oxigênio do que seu. É preciso menos energia para correr uma maratona, fazer um gol ou melhorar seu desempenho nas quadras.

beneficios-do-omega-3-que-todos-os-atletas-precisam-conhecer-3

9 – Ajuda no fortalecimento dos ossos

Se você gosta de esportes de contato como futebol ou basquete, sabe que a chance de ter um osso quebrado é maior. Felizmente, uma pesquisa publicada no Current Pharmaceutical Design sugere que o ômega 3 possa fortalecer os ossos pois aumenta a absorção de cálcio do corpo.  

10 – Controlam a asma associada ao exercício

Ao reduzir a inflamação, o ômega 3 pode fazer uma grande diferença na vida de que sofre de asma. Em um estudo de medicina respiratória, a suplementação de ômega 3 melhorou drasticamente a função pulmonar e reduziu a inflamação das vias aéreas em pessoas que sofrem de broncoconstrição induzida por exercício (também conhecida como asma induzida por exercício).

beneficios-do-omega-3-que-todos-os-atletas-precisam-conhecer-4

Como ingerir o ômega 3?

O ômega 3 contém principalmente duas substâncias, o EPA (ácido eicosapentaenóico) e DHA (ácido docosahexaenóico). Eles são ácidos graxos ômega 3 de cadeia longa, encontrados em peixes de águas frias e profundas, como anchova, salmão, atum, sardinha e arenque (selvagens).

Nosso corpo não consegue produzir esses ácidos graxos essenciais, por isso você pode e deve inserir em sua dieta todas boas fontes de ômega 3. Você também pode optar pela suplementação com cápsulas de óleo de peixe, mas atenção – tenha a certeza de que o óleo de peixe seja livre de metais tóxicos, certo?

E mais: ao escolher um suplemento, busque por uma empresa idônea, responsável e transparente e atente-se sempre ao rótulo!

healthy lifestyle, medicine, nutritional supplements and people concept - close up of male hands holding pills with cod liver oil capsules and water glass

O ideal é optar por produtos com alta concentração de EPA e DHA que possam suprir o mínimo da concentração diária recomendada para sua saúde. Estes ativos devem ser obtidos através de bons suplementos, pois somente eles poderão proporcionar benefícios para seu corpo.

Se você é atleta ou conhece alguém que desempenha atividades físicas de alta performance, passe esse conteúdo para a frente, afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências
Smith, G. I., Atherton, P., Reeds, D. N., Mohammed, B. S., Rankin, D., Rennie, M. J., &Mittendorfer, B. (2011). Omega-3 polyunsaturatedfattyacidsaugmentthemuscleproteinanabolic response tohyperinsulinaemia–hyperaminoacidaemia in healthyyoungandmiddle-agedmenandwomen. Clinical Science, 121(6), 267–278.
Tartibian, B., Maleki, B. H., &Abbasi, A. (2009). The EffectsofIngestionof Omega-3 FattyAcidsonPerceivedPainandExternalSymptomsofDelayedOnsetMuscleSoreness in UntrainedMen. ClinicalJournalof Sport Medicine, 19(2), 115–119.
Macaluso, F., Barone, R., Catanese, P., Carini, F., Rizzuto, L., Farina, F., & Di Felice, V. (2013). Do Fat SupplementsIncreasePhysical Performance? Nutrients, 5(2), 509–524.
Drobnic, F., Rueda, F., Pons, V., Banquells, M., Cordobilla, B., & Domingo, J. C. (2017). Erythrocyte Omega-3 FattyAcidContent in Elite Athletes in Response to Omega-3 Supplementation: A Dose-Response PilotStudy. JournalofLipids, 2017, 1–7.
Noreen, E. E., Sass, M. J., Crowe, M. L., Pabon, V. A., Brandauer, J., &Averill, L. K. (2010). Effectsofsupplementalfishoilonrestingmetabolic rate, bodycomposition, andsalivary cortisol in healthyadults. JournaloftheInternational Society of Sports Nutrition, 7(1), 31.
Ebook Gorduras do Bem

Prepare-se para saber mais sobre as Gorduras que poderão melhorar consideravelmente a sua saúde

Baixe gratuitamente o e-book: Ebook Gorduras do Bem

Baixe nosso E-book grátis