Os cabelos são uma parte muito importante do nosso corpo. Eles protegem o couro cabeludo e estão diretamente ligados a autoestima, não só das mulheres, mas também dos homens que, cada vez mais, procuram tratamentos contra a calvície.

Cabelos bonitos podem deixar as pessoas mais seguras e confiantes e, por isso, quem sofre com quedas e falhas costuma sofrer bastante. Por isso trouxemos algumas orientações como alimentação e cuidados simples, para que você preserve seus fios e mantenha-os bonitos e saudáveis.    

Saiba o que consumir:


1 – Óleo de peixe:

É uma das melhores vitaminas para o crescimento dos cabelos. Rico em ácidos graxos, este óleo tem sido amplamente utilizado em estudos para avaliar seus efeitos na pele e saúde dos cabelos. As gorduras do ômega-3 nutrem os fios, ajudam no espessamento das cutículas e reduzem inflamações que podem levar à perda dos cabelos.

O que comer: peixes ricos em ômega-3, tais como  o arenque, anchova, sardinha, atum, salmão selvagem ou tomar esta substância em forma de suplemento, mas certifique-se de que os peixes sejam livres de metais tóxicos! Mas atenção! Se optar por suplementos, busque por uma empresa idônea, responsável e transparente e atente-se sempre ao rótulo! Cuidado ao optar por um produto barato e de baixa concentração de EPA e DHA, pois para fazer efeito terá de usar uma quantidade maior e seu preço ficará mais caro do que um outro produto com maior concentração, que proporciona o efeito desejado com um número menor de cápsulas.

como-prevenir-a-queda-de-cabelos1

2 –  Zinco

Os compostos de zinco orais têm sido usados há décadas para tratar distúrbios como eflúvio telógeno e alopecia areata, causas mais comuns da queda de cabelo. Isso porque o zinco inibe a regressão do folículo capilar e acelera a recuperação do mesmo.

O que comer: ostras, camarão, carnes, gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes e tubérculos.


3 – Vitamina B e biotina

A biotina ajuda na reconstrução das cutículas dos fios que foram danificados pelo excesso de shampoo, exposição ao sol e  ao secador de cabelos. Já a vitamina B5 atua nas glândulas suprarrenais, ajudando a estimular o crescimento dos fios.

O que comer: a vitamina B pode ser tomada em forma de suplementos ou encontrada em carnes, leites, ovos, brócolis, cereais integrais, ervilhas, amendoim, castanhas, nozes, iogurte, laticínios, frango, aspargo, espinafre e outros vegetais folhosos de coloração verde escura


4 –  Vitamina C

O estresse oxidativo desempenha um papel importante no processo de envelhecimento dos fios. Os radicais livres são moléculas altamente reativas que podem prejudicar diretamente as membranas estruturais celulares, lipídios, proteínas e o DNA. Com a idade, a produção de radicais livres aumenta e a quantidade de enzimas antioxidantes (que defendem o corpo) diminui, levando ao dano das estruturas celulares e ao envelhecimento dos cabelos. Ao trabalhar como antioxidante, a vitamina C combate esse processo que contribui para o cabelo grisalho e perda de cabelo.

O que comer: suplementos com vitamina C ou laranja, pimenta vermelha, couve-de-bruxelas, brócolis, morangos, toranja e kiwi.

5 –  Ferro

Assim como o zinco, vários estudos relacionam a deficiência de ferro com a perda de cabelo. Pesquisadores acreditam que esta deficiência pode estar relacionada à alopecia areata, alopecia androgenética, eflúvio telógeno e perda de cabelo difusa.

O que comer: adicione alimentos ricos em ferro em sua dieta todos os dias como espinafre, carnes vermelhas e feijão. Assegure-se de obter a quantidade diária recomendada destes nutrientes ou tome um suplemento multivitamínico.

6 – Vitamina D

A queda de cabelos é um dos principais sintomas da falta desta vitamina no corpo. Isso porque a vitamina D é um hormônio que desempenha um papel importante no crescimento celular. Além disso, faz parte da restauração da disfunção do ciclo capilar em pacientes com alopecia areata.

O que comer:  leite e seus derivados, fígado bovino, peixes como salmão, sardinha e atum, ovos, ostras e cogumelos. Os suplementos vitamínicos devem ser ingeridos conforme a indicação de médico ou nutricionista, e podem ser encontrados em cápsulas, comprimidos ou gotas.

como-prevenir-a-queda-de-cabelos2

7 – Outras orientações

– Se você tem cabelos compridos, evite prendê-los com elásticos muito apertados. Essa tração pode fazer com que eles caiam ainda mais;

– Use shampoos de boa qualidade indicados para o seu tipo de cabelo;

– Evite o excesso de produtos químicos como tinturas e alisamentos;

– No calor, evite o uso contínuo de bonés ou chapéus. Eles abafam o couro cabeludo e podem estimular a proliferação de bactérias;

– Massageie o couro cabeludo com óleos naturais como o óleo de coco que é rico em lipídios e proteínas ou óleo de argan, que contém vitaminas e antioxidantes;

– Antes de dormir, massageie o couro cabeludo por 5 a 10 minutos. Isso vai ajudar o fluxo sanguíneo a circular pela raiz dos fios;

– Penteie os fios todos os dias, com cuidado. Use pentes de madeira ou com cerdas vegetais ou animais;

– Relaxe: o estresse pode desequilibrar várias funções do organismo, o que pode contribuir para a queda dos fios.

Se gostou desse texto, compartilhe com seus amigos e familiares e ajude-os a ter uma vida mais saudável.  Compartilhar saúde é Vital!

Referências:
infocommsingapore.sg
thehealthsite.co
draxe.com