Somos acostumados a ver sementes de gergelim em todos os lugares: em pães de hambúrguer e baguetes, no zátar (aquela mistura de especiarias usada como condimento, originária do Oriente Médio) e sobre aquele frango que comemos no restaurante chinês. Mas será que alguém sabe de onde vem as sementes de gergelim? Aqui está o que você precisa saber:

1 – As sementes vem do fruto da planta de gergelim


slide_393836_4814994_free

O fruto é uma vagem longa que se parece com o quiabo e cresce na planta de gergelim (Sesamum indicum), que tem uma variedade de tipos e que pertencem à família Pedaliaceae. Ela é cultivada desde a antiguidade e é mais conhecida por suas sementes, que são utilizadas como alimentos e aromatizantes e a partir das quais um óleo rico em nutrientes é extraído. A planta de gergelim é nativa da Ásia e África Oriental.

2 – Antes de ter as sementes extraídas, as vagens passam por um processo de secagem

gerge2

Depois de secas, as vagens começam a se abrir revelando as sementes de dentro. Para extrair as sementes de gergelim, as plantas secas são agitadas para que elas se desprendam.

3 – As sementes são descascadas

gerge3

As sementes brancas peroladas que você encontra em seus pães de hambúrguer não são exatamente como estão dentro do fruto. Elas devem ser tiradas de suas cascas mais escuras em primeiro lugar. Nem todas as sementes de gergelim são branquinhas, algumas sementes ainda terão cor escura mesmo depois que estiverem descascadas.

4 – Sementes de gergelim podem ter mais de uma cor

gerge 4
Sejam brancas ou pretas, as qualidades nutricionais das sementes de gergelim são sempre muito ricas!

5 – As sementes de gergelim são uma das principais culturas em partes da Ásia e África

gerge 5

Os maiores produtores de sementes de gergelim em 2013, de acordo com dados FAOSTAT foram Mianmar, Índia, China, Sudão e Tanzânia.

6 – Gergelim é uma das mais antigas plantas conhecidas a ser cultivada


24-sesame

As sementes de gergelim são as “ oleaginosas mais antigas conhecidas pelo homem “, e dizem ter sido encontradas em culturas de 4.000 anos atrás na antiga Babilônia e Assíria. Hoje elas são usadas em todo o mundo, especialmente na culinária asiática e mediterrânea.

7 – As sementes de gergelim têm muitos benefícios para a saúde

gerge7

O óleo de gergelim tem o bom tipo de gordura, ácidos mono e polinsaturados que ajudam a diminuir as taxas do mau colesterol e é rico em vitamina E, magnésio, cobre, cálcio e ferro.

8 – São deliciosas!

slide_393836_4814686_free

As sementes de gergelim são melhores quando torradas pois o calor traz para fora seu sabor de noz. O óleo extraído a frio destas sementes pode ser usado para cozinhar e produzir deliciosos pratos!