Quando se fala em gergelim, a primeira coisa que vem à cabeça é a imagem do famoso pão de fast-food com os grãos por cima. Tem até jingle que diz…. “…cebola, picles em um pão com gergelim”.

Bem, a boa notícia é que este alimento está longe de ser apenas um ingrediente deste lanche altamente calórico! Pesquisas mostram que o óleo de gergelim extraído a frio contém substâncias que podem ajudar no emagrecimento e ainda melhorar seu desempenho durante a atividade física.  

Quer saber mais sobre ele? Vamos lá:

1 – Ajuda a queimar calorias: os compostos sesamina e sesamolina, presentes no óleo de gergelim extraído a frio, aumentam a ação da vitamina E, responsável pela formação dos músculos. Por sua vez, os músculos melhoram o desempenho físico, fazendo com que você queime mais calorias durante a atividade física.

2 – Contém ácido alfa linolênico, ácido linoleico e gorduras ômega 3, ômega 6 e ômega 9: estas substâncias estão relacionadas ao aumento do metabolismo e à melhora das funções intestinais.  

oleo-de-gergelim-ajuda-no-emagrecimento1

3 – Contém sesamina: estudos apontam que a sesamina, presente no óleo de gergelim extraído a frio, pode otimizar a capacidade do fígado em quebrar e queimar mais gordura, diminuindo a capacidade do corpo de armazenar a mesma.

4 – É rico em fibras: alimentos ricos em fibras dão a sensação de saciedade por bastante tempo. Como eles levam mais tempo para serem digeridos, o sistema digestivo queima mais calorias. E mais: eles evitam “picos” dos níveis de açúcar no sangue, que aumentam a fome e a vontade de comer. Só para se ter uma ideia, 100 gramas de sementes de gergelim contêm quase 8 gramas de fibras e isso também contribui para uma digestão mais saudável.

5 – Contém lignanas: de acordo com pesquisas, as lignanas, encontradas nas sementes de gergelim, podem ajudar queimar mais gordura pois inibem a absorção e a formação do colesterol.

6 – Tem ação laxativa: com o melhor funcionamento do intestino, pode ser observada a diminuição da circunferência do abdome.

7 – Ajuda a regular a leptina: O ômega 3, contido no óleo de semente de gergelim extraído a frio, ajuda o organismo a regular os níveis de leptina, um hormônio que alerta o cérebro sobre a hora de parar de comer.

oleo-de-gergelim-ajuda-no-emagrecimento2

A boa notícia é que existem várias formas de ingerir a semente e o óleo de gergelim: as sementes podem ser polvilhadas nas saladas, molhos e acrescentadas ao seu iogurte. Já o óleo pode ser adicionado à sua dieta em forma de suplementos, lembrando que para ter as propriedades funcionais preservadas, ele deve ser extraído a frio!

É uma escolha prática e deliciosa para se alimentar de forma mais saudável.

Gostou de saber um pouco mais sobre o óleo de gergelim? Compartilhe com seus amigos e espalhe saúde por aí 🙂

Referências:
http://www.livestrong.com
http://quemas.mamaslatinas.com/health_fitness