Famoso pelos benefícios para a perda de peso, o óleo de coco é um dos mais populares entre quem busca um estilo de vida mais saudável. Porém, você sabia que esse precioso óleo também possui as propriedades antiviral, antifúngica e antibacteriana?

Historicamente, o coco é utilizado como uma importante fonte de alimento. E seu óleo tem ajudado na saúde de muitas pessoas, pois seus benefícios nutricionais são únicos. A explicação está nos ácidos graxos presentes no óleo de coco, que são semelhantes aos ácidos graxos do leite materno e que podem auxiliar no combate a:

Vírus que causam gripe, sarampo, herpes, mononucleose, hepatite C e AIDS;

Bactérias que causam úlceras estomacais, infecções de garganta, pneumonia, sinusite, dor de ouvido, febres reumáticas, cáries dentárias, intoxicações alimentares, infecções do trato urinário, meningite, gonorreia e síndrome do choque tóxico (uma doença rara causada pela resposta dos linfócitos T às toxinas produzidas pelas bactérias Gram-positivas Staphylococcus aureus ou Streptococcus de grupo A);

Fungos e leveduras que podem causar micose, cândida e afta e parasitas que podem causar infecções intestinais, como giardíase.

Óleo de coco e amamentação

O leite materno é rico em ácidos graxos de cadeia média em sua composição. Esses nutrientes ajudam a proteger o recém-nascido de germes nocivos.

Durante muitos anos, ácidos graxos de cadeia média foram adicionados às fórmulas infantis por ajudar na digestão de nutrientes. Dessa forma, uma mãe que consome óleo de coco terá mais ácidos graxos de cadeia média em seu leite para proteger a nutrição de seu bebê.

Fonte de informações: Ponniah Rethinam. Health and nutritional aspects of coconut oil. Asian and Pacific Coconut Community. Jakarta, Indonesia.