Cupom 15% OFF
Procurando data

metabolismo

Isso é Vital 22 de julho de 2020

Chegou a hora de falar sobre ômega 7!

Ao contrário dos ômegas 3 e 6, este ácido graxo não é considerado essencial, o que significa que ele é produzido pelo organismo. Porém, com o envelhecimento, diminuímos a quantidade produzida desse composto. Sendo assim, é interessante que tenhamos um consumo dele via alimentação, para mantermos níveis ideais de ômega 7 no organismo e continuar nos beneficiando com as suas ações metabólicas.

Qualidade de vida, Saúde 14 de setembro de 2018

Saiba se você está correndo o risco de ter síndrome metabólica

Você já ouviu falar de síndrome metabólica? Pelo nome, a maioria das pessoas pensa que se trata de um metabolismo lento ou descontrolado. Mas não.

A síndrome metabólica é bem mais complexa que isso e envolve não uma, mas uma combinação de três ou mais dos seguintes problemas de saúde: obesidade abdominal, açúcar elevado no sangue, níveis elevados de triglicerídeos, pressão arterial alta e colesterol HDL baixo (“bom”).

Saúde 6 de setembro de 2018

Como corrigir uma dieta desequilibrada

Você sabe como corrigir uma dieta desequilibrada?
Quando se fala em dieta, todo mundo tem uma solução mágica: “você deve comer isso, você deve comer aquilo…”

Mas as nutricionistas não trabalham dessa forma. Elas entendem as características e necessidades de cada um para elaborar um cardápio personalizado.

No entanto, existem algumas regras básicas que podem ser aplicadas a todos quando as pessoas estão em uma dieta desequilibrada:

Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 16 de maio de 2016

Você sabia que existem boas razões para comer gordura?

Fonte: revistavivasaude.uol.com.br

Sim, as gorduras do bem podem trazer inúmeros benefícios à saúde e prevenir o aparecimento de doenças. A VivaSaúde lista cinco bons motivos pelos quais elas devem fazer parte da sua ingestão diária e ainda indica em quais alimentos encontrá-las.

1. Proteger o coração

Já está mais do que provado que o ômega 3 é uma das melhores armas contra doenças cardiovasculares. Uma pesquisa feita pela Universidade de Harvard, aponta que comer alimentos que contenham esse tipo de gordura reduz o risco de ataque cardíaco entre 20% e 40%. “O ômega 3 auxilia na diminuição do colesterol total e ajuda na coagulação sanguínea”, explica Viviane Laudelino Vieira, nutricionista do Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, da Faculdade de Medicina da USP.

Com os níveis de colesterol em dia, o coração funciona a todo vapor e os riscos de desenvolvimento de doenças diminuem. “O ômega 6 também ajuda na diminuição do colesterol total, mas, se consumido excessivamente, pode reduzir também o bom (HDL)”, Segundo o cardiologista Daniel Magnoni, do HCor, as gorduras monoinsaturadas agem na diminuição do LDL e aumento do HDL. “Além de consumir alimentos com essas gorduras, precisamos também reduzir o peso e os níveis de açúcar no sangue, controlar o consumo de sal, causador de hipertensão, e praticar atividades físicas. Assim, prevenimos doenças cardiovasculares e diabetes”, sugere. “As gorduras monoinsaturadas impedem a formação das placas nas artérias coronárias. Elas também ajudam a remover o colesterol, que forma essa placas e as leva de volta ao fígado. Se estiverem na circulação, podem se romper ou impedir o fluxo sanguíneo, levando ao infarto, acidente vascular cerebral e trombose”, completa Viviane.

2. Garantir juventude

Não estamos falando em acabar de vez com as rugas e nem de eleger alguma gordura como substituta do Botox®. Aqui, quem permanece jovem é a saúde. O ômega 6 pode atuar como rejuvenescedor do organismo, pois tem propriedades antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das artérias. “A castanha-do- pará é um bom exemplo de alimento rico em ômega 6 que contêm propriedades antioxidantes. Para aproveitar seus benefícios, o ideal é consumir uma unidade por dia”, sugere Fadlo Fraige Filho, endocrinologista do Hospital Beneficência Portuguesa e professor titular da disciplina de Endocrinologia, da Faculdade de Medicina do ABC.

As gorduras monoinsaturadas presentes no azeite de oliva, abacate e amendoim também têm esse poder se combinados com ovinho, outro alimento antioxidante. “Temos que cuidar bem de nossas artérias, porque são elas que mostram nossa idade real. Uma pessoa de 40 anos pode ter idade arterial de 65 anos se mantém uma alimentação rica em gorduras ruins — como as saturadas e as trans — e colesterol. Esses hábitos são grandes causadores de entupimento das artérias. Como muitas vezes a pessoa não sabe que está com o problema, ele pode só ser detectado em um ataque cardíaco, por exemplo”, explica o endocrinologista.

3. Ter mais energia

Quem nunca ouviu aquela famosa frase que diz: “O corpo é como um carro, sem combustível não funciona”. É a mais pura verdade. No caso, o combustível são as gorduras — de preferências as boas, é claro. “Elas fornecem muito mais energia em porções menores de alimentos. Por isso, nã odevem ser cortadas da alimentação. Precisamos desse ‘combustível’ para realizar as tarefas do dia-a- dia”, afirma Fraige Filho.

As gorduras funcionam como reservas de energia do corpo, para quando faltar nutrientes por um tempo prolongado. Isso é importante porque, quando o organismo não as possui em quantidade suficiente, começa a queimar massa muscular. “Quem está de dieta e tem dificuldade de comer alimentos com poucas calorias encontra nesse tipo de gorduras uma boa alternativa para, em uma pequena refeição, garantir a energia de que precisa”, explica a nutricionista Viviane. Imagine, por exemplo, uma posta de 100 g de salmão grelhado ou assado, que possui aproximadamente 292 kcal.

Para consumir essa mesma quantidade energética, seria preciso ingerir um pouco mais de nove unidades de bolacha de água e sal (calculando 32 kcal por unidade). Assim, para substituir esse número do biscoito salgado — muito menos nutritivo – vale a pena investir no peixe.

4. Equilibrar o metabolismo

As gorduras também desempenham vários papéis em nosso metabolismo, equilibrando seu funcionamento. Um exemplo é o colesterol, que precede a vitamina D. Ela é produzida a partir de um dos derivados do colesterol que está presente na pele. Quando essa substância entra em contato com os raios solares, forma a vitamina D, essencial para absorção e utilização de cálcio no corpo. “Até algum tempo atrás, pensava-se que as gorduras agiam em nosso organismo apenas como fornecedoras de energia. Hoje, já se sabe muito sobre o papel regulador do metabolismo que elas possuem”, explica Lilia Zago Ferreira dos Santos, nutricionista e professora da Faculdade de Nutrição da PUC- Campinas.

Ainda segundo a nutricionista, as gorduras ômega 3 são precursoras de substâncias anti-inflamatórias no organismo. A arterioesclerose, por exemplo, é uma doença anti-inflamatória que pode ser prevenida ou controlada pelo consumo adequado e frequente de alimentos ricos em ômega 3”, diz.

5. Aumentar a capacidade cerebral

Quem também sai ganhando no consumo das gorduras do bem é o cérebro. “O ômega 3 inibe a síntese de um tipo de colesterol ruim e auxilia no funcionamento cerebral, colaborando na prevenção de doenças, como o Alzheimer”, explica Viviane. A nutricionista Lilia concorda e completa: “Ômega 3 é importante para o desenvolvimento e funcionamento do sistema neurológico. O cérebro possui grandes quantidades dessa gordura”.

O desempenho cerebral ganha mais fôlego por um simples motivo: esse tipo de gordura é componente fundamental da membrana externa das células cerebrais — é por meio dessa membrana que todos os sinais nervosos fluem. O ômega 3 faz com que o envio de mensagens das células para o cérebro seja mais rápido. Se o corpo não recebe a quantia necessária de gordura, o cérebro demora mais para responder e adota este como seu padrão normal de funcionamento. Aí surgem problemas como falta de memória edificuldadede concentração. Para garantir que o seu não sofra com esses sintomas, Viviane aconselha a ingestão tanto de alimentos ricos em ômega 3 quanto em ômega 6, “já que eles têm ação conjunta”.

E, como estamos falando de gorduras “do bem”, que tal conhecer um pouco mais um dos óleos 100% prensados a frio da Vital Âtman?

O Alpha Care é gordura 100% boa e 100% pura, produzido para dar mais Vitalidade a partir das ricas propriedades da Linhaça.

css.php