Você pratica alguma atividade física para o corpo? Ótimo! Mas e para o cérebro? Sua massa cinzenta também precisa de exercícios para se manter “em forma”.

Algumas atividades como jogar xadrez, aprender um instrumento musical ou até mesmo mudar a alimentação podem fazer com que sua mente se mantenha saudável e ativa!  Os cientistas chamam isso de neuroplasticidade, que é uma mudança na “fiação cerebral” (nas sinapses ou conexões neuronais), que dão suporte à habilidade que está sendo praticada. Além disso, exercícios intelectuais podem ajudar a recuperar habilidades perdidas por causa de doenças, lesões ou envelhecimento.

Já se convenceu? Então escolha um exercício para o seu cérebro:

1 – Memória

Sabe o nome daquele ator que você adora, mas que não consegue lembrar o nome? Ou a capital de um país? Resista à tentação de procurar no Google e faça um esforço para se lembrar. Isso vai ativar a parte do cérebro onde estão guardadas as memórias de longo prazo e consequentemente exercitar sua mente;

2 – Faça palavras cruzadas

Esta prática faz com que o cérebro estimule o funcionamento e a extensão da memória; quanto mais informações os neurônios recebem, mais criam novas ligações (sinapses) entre eles. De acordo com o pesquisador Ian Robertson, do Trinity College de Dublin (Irlanda), tanto as palavras cruzadas como o Sudoku (exercício com números) são benéficos especialmente para preservar a memória que costuma declinar com o avanço da idade, principalmente pelo mal de Alzheimer;

voce-esta-exercitando-seu-cerebro-1

3 – Leia e aumente seu vocabulário

Quanto mais difícil for um texto, mais exercício mental você fará. Como com qualquer tipo de treinamento, comece com algo simples e avance progressivamente para algo mais difícil. Assim você também vai aprender novas palavras e exercitar a porção responsável pela linguagem no seu cérebro;

voce-esta-exercitando-seu-cerebro-7

4 – Aprenda uma nova língua

Em uma pesquisa feita pela University College London (Inglaterra), foi descoberto que o cérebro dos bilíngues desenvolve mais massa cinzenta em uma região associada a aquisição do vocabulário. Essa região concentra uma boa porção das células nervosas no cérebro. Quanto mais massa cinzenta, melhor e mais rapidamente o cérebro é capaz de executar uma tarefa;

voce-esta-exercitando-seu-cerebro-0

5 – Não perca tempo

Evite passar muito tempo na frente da televisão, mudando de um canal para o outro. Use esse tempo valioso para desenvolver atividades produtivas como conversar com amigos, sair para um passeio ou fazer uma atividade voluntária. Tudo isso também vai exercitar seu cérebro de maneira diferente e muito mais eficaz do que ficar vendo televisão;

6 – Aprenda a tocar um instrumento musical

A prática contínua de tocar qualquer instrumento estimula o cérebro a desenvolver novas conexões entre os neurônios, melhorando algumas funções cerebrais, como a memória e a coordenação motora. O desenvolvimento de noções de ritmo, construção de acordes e compassos musicais, ajuda no raciocínio matemático. Já as habilidades de leitura e compreensão de textos são estimuladas em função da leitura de notas e partituras;

Little girl sings while she and another woman play piano

7 – Exercite-se

O exercício aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro, principalmente para o hipocampo, a parte responsável pela memória e aprendizagem e para execução de tarefas como a atenção e concentração mental. A atividade física intensa também aumenta a produção e a liberação de neurotransmissores que atuam nas sinapses;

voce-esta-exercitando-seu-cerebro-5

8 – Consuma ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 que podem ser encontrados em peixes de águas frias e profundas, como anchova, salmão, atum, sardinha e arenque (selvagens) ou ingeridos em forma de suplementos, estão entre os nutrientes mais benéficos para o cérebro. Um estudo feito pela Universidade de Pittsburgh revelou que o consumo de ômega-3 intensifica a memória funcional em jovens adultos saudáveis. O consumo de alimentos com alto teor dessa gordura saudável também pode reduzir o risco de se desenvolver a doença de Alzheimer, segundo um estudo da Universidade Columbia.

Mas atenção! Se optar por suplementos, certifique-se de que o óleo de peixe seja fabricado por uma empresa idônea e que seja livre de metais tóxicos, certo? Só assim você garante os benefícios deste nutriente sem colocar sua saúde em risco!

9 – Pratique a meditação

Um estudo recente da Universidade da Califórnia descobriu que a meditação melhora a capacidade da memória e reduz a divagação entre estudantes. A meditação também pode auxiliar na diminuição de pensamentos distrativos, na melhora da atenção, na saúde física e na qualidade das relações familiares e profissionais.

Outras pesquisas também apontam que pessoas que praticam meditação há mais tempo e com regularidade se mostraram mais alegres, estáveis emocionalmente, confiantes e tranquilas;

Side view of meditating woman sitting in pose of lotus against blue sky outdoors

10 – Aprenda e jogue xadrez

O jogo contribui para o desenvolvimento de habilidades como atenção, concentração, tomada de decisões, visão e domínio espacial, ritmo e administração do tempo, coordenação motora, raciocínio lógico-matemático, planejamento, determinação, criatividade, respeito pela visão contrária e capacidade de lidar com sucesso e frustração. E tudo isso em apenas um jogo! Que tal experimentar?

Senior couple playing chess

Então, vamos “malhar” esse cérebro? A melhor parte é que estes exercícios, além de saudáveis, podem ser muito prazerosos!

Agora que você já conhece estes benefícios, convide alguém da sua família ou amigos para experimentar algumas destas atividades com você! Lembre-se que compartilhar saúde é Vital!

Referência:
Erickson, K. I., Voss, M. W., Prakash, R. S., Basak, C., Szabo, A., Chaddock, L., … Kramer, A. F. (2011). Exercise training increasessizeofhippocampusand improves memory. ProceedingsoftheNationalAcademyofSciences, 108(7), 3017–3022.